A Diferença dos Níveis de Autismo

A Diferença dos Níveis de Autismo

O Transtorno do Espectro Autista (TEA) é uma condição neurológica que afeta o desenvolvimento social, comunicativo e comportamental de uma pessoa. Um dos aspectos mais desafiadores do TEA é a sua vasta gama de manifestações, variando de leves a severas. Para melhor compreensão e apoio, o TEA é frequentemente classificado em níveis, cada um representando diferentes graus de necessidade de suporte. Neste artigo, exploraremos as características de cada nível de autismo.

Nível 1: Necessita de Suporte

O Nível 1 de autismo é o menos severo e inclui indivíduos que necessitam de suporte para lidar com as exigências sociais e comportamentais do dia a dia.

Características Comuns:

  • Desafios Sociais: Dificuldades em iniciar interações sociais e demonstrar reciprocidade emocional.
  • Comunicação: Pode haver dificuldades em manter conversações longas ou entender nuances sociais como ironia e sarcasmo.
  • Comportamentos Repetitivos: Presença de alguns comportamentos repetitivos e fixações, mas que não interferem significativamente no funcionamento diário.
  • Adaptação às Mudanças: Resistente a mudanças na rotina, mas capaz de se ajustar com suporte.

Exemplo Prático: Uma pessoa no Nível 1 pode ter um emprego e viver de forma independente, mas pode precisar de ajuda para socializar ou lidar com mudanças inesperadas.

Nível 2: Necessita de Suporte Substancial

Indivíduos no Nível 2 requerem um suporte mais significativo em áreas sociais e comportamentais.

Características Comuns:

  • Desafios Sociais: Dificuldades mais evidentes na comunicação social e na interpretação de sinais sociais.
  • Comunicação: Uso de linguagem verbal e não verbal pode ser mais limitado; dificuldade em iniciar e manter conversas.
  • Comportamentos Repetitivos: Comportamentos repetitivos mais frequentes e óbvios, como movimentos estereotipados.
  • Adaptação às Mudanças: Maior resistência a mudanças, necessitando de apoio substancial para lidar com transições e novidades.

Exemplo Prático: Uma pessoa no Nível 2 pode viver com a família ou em uma residência assistida e pode precisar de ajuda significativa para planejar e executar atividades diárias.

Nível 3: Necessita de Suporte Muito Substancial

O Nível 3 é o mais severo e inclui indivíduos que precisam de apoio muito substancial para a maioria das atividades cotidianas.

Características Comuns:

  • Desafios Sociais: Interações sociais muito limitadas, frequentemente não iniciam interações e podem não responder aos esforços de comunicação de outros.
  • Comunicação: Habilidades de comunicação verbal podem ser muito limitadas ou inexistentes; uso de comunicação alternativa pode ser necessário.
  • Comportamentos Repetitivos: Comportamentos repetitivos intensos e frequentes, que interferem significativamente na capacidade de funcionar no dia a dia.
  • Adaptação às Mudanças: Extrema dificuldade em lidar com mudanças e transições, muitas vezes resultando em reações de estresse ou crises.

Exemplo Prático: Uma pessoa no Nível 3 pode precisar de assistência contínua para atividades diárias, como alimentação, higiene e vestuário, e pode viver em uma residência assistida especializada.

Importância do Suporte Personalizado

Entender os diferentes níveis de autismo é essencial para proporcionar o suporte adequado a cada indivíduo. Cada pessoa com TEA é única, e suas necessidades variam amplamente. Na NeuroSteps, nosso objetivo é desenvolver tecnologias e soluções que atendam a essas necessidades individuais, promovendo a inclusão e melhorando a qualidade de vida de todas as pessoas no espectro autista.

Convidamos você a conhecer mais sobre nossas iniciativas e produtos acessando NeuroSteps.com.br. Juntos, podemos criar um mundo mais inclusivo e compreensivo para todos.

Envie um email para vamosconversar@neurosteps.com.br ou WhatsApp

Compartilhe!